• TED

Viu isso? 5 coisas incríveis que vimos no TEDGlobal 2013

Alô, alô. Nem pense em encerrar o expediente antes de conferir as últimas novidades que selecionamos diretamente do TEDGlobal 2013 exclusivamente para você. É hora de inspiração!

1. “Fui punida não por pegar um carro e dirigir por alguns quilômetros e sim por me atrever a desafiar as regras sociais”. Manal al-Sharif foi presa, ameaçada de assassinato e estupro por ousar dirigir um carro (além de filmar e postar no youtube) em um país que não há lei contrária, mas a sociedade proíbe mulheres de assumir o volante. Fora da Arábia Saudita ela era considerada uma heroína, dentro, uma traidora. Hoje, após toda essa luta, a mulher pode dirigir no país, apenas “não é recomendado”. Manal al-Sharif comemora o pequeno passo que significa uma grande vitória em direção à liberdade da mulher. Sua palestra no TEDGlobal 2013 foi verdadeiramente emocionante e ela foi ovacionada pelo público.

2. Um mágico ou um batedor de carteiras? Através dos seus truques, Apollo Robbins mostrou à plateia do TEDGlobal que sua mágica é feita com a atenção do público, ou melhor, com a falta dela. São de ações cotidianas que o mágico tira proveito, justamente porque nesses momentos prestamos menos atenção às coisas que acontecem. Apollo faz questão de revelar seus truques, e ao contrário do que se pensa (não é Mister M?), é aí que está a graça. É genial ver como ele consegue fazer o que faz. Você pode ter uma pequena amostra disso no vídeo da revista The New Yorker.

3. Improvisando no piano. Parece difícil né? Yaron Herman o faz com maestria. O segredo? “Prática rigorosa”, foi o que ele disse no palco do TEDGlobal. Toda vez que pratica, Yaron experimenta inúmeras possibilidades e aí, quando é para valer, ele sai do caminho e deixa o inconsciente assumir. Para nossa sorte, é possível conferir uma apresentação do pianista bem aqui.

4. Há quanto tempo você não observa as nuvens? Essa questão vem da palestra de Gavin Pretor-Pinney, fundador de uma sociedade que reúne amantes das nuvens ao redor do mundo. Gavin diz que apreciar as nuvens é uma ótima forma de desacelerar e se acalmar. Dá uma conferida no site, porque o lance é maior e mais sério do que você está imaginando.

5. Salvatore Iaconesi descobriu aos 39 anos que estava com câncer. Como artista e engenheiro de softwares open-source ele quis ter acesso aos seus registros médicos e aos resultados de seus exames. Quando recebeu o que queria, descobriu que não entendia nada. Tudo estava em “código médico”. Iaconesi decidiu que queria entender aquilo tudo e disponbilizou seus dados e todas as informações que obteve em um site. Lá pediu que as pessoas, qualquer uma no mundo, enviassem a ele uma cura – médica ou de qualquer outra área. Ele recebeu mais de 500 mil respostas com: músicas, arte, sugestão de tratamento médico, curas tradicionais, sugestões de mudança de estilo de vida. etc. Teve atenção da mídia, um time formado por neurocientistas discutiu opções de tratamento e artistas se juntaram para criar obras inspiradas na doença dele. Iaconesi fez uma cirurgia e aplicou todas as sugestões não-médicas que recebeu. Ele acredita que seu bem-estar também se deve a isso. Afinal, sua cura veio de uma rede, formada por pessoas do mundo todo que se importam com o outro. Confira o site aqui e veja a palestra que ele deu no TEDxTransmedia logo abaixo.

Agora aproveite seu fim de semana. ;)

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>