• davinci

Uma tela adaptável aos problemas de vista e outras funções que vão tornar o seu celular cada vez mais esperto

Acordar e colocar os óculos para ver as primeiras atualizações do dia pelo celular: um movimento que já é natural a todos que têm alguns graus de miopia, astigmatismo e hipermetropia pode estar com os dias contados. A Microsoft em parceria com o MIT e a Universidade de Berkeley, ambas nos EUA, estão desenvolvendo uma tela que aceita a prescrição médica de quem tem problemas de visão e se adapta a eles – essa tecnologia poderá ser aplicada a celulares, relógios, computadores e tablets.

A tecnologia conta com duas partes principais: um algoritmo vai “contar” para o dispositivo qual é a distorção dos pixels da tela que deve ser feita de acordo com o grau de óculos do usuário e um filtro de luz feito de acrílico terminará de ajustar a imagem para exibi-la perfeitamente apenas para o dono do dispositivo. O protótipo ainda precisa de ajustes, pois hoje só mostra bons resultados a distâncias predefinidas, mas os pesquisadores querem incluir um sensor que calcula a posição e distância dos olhos do dono e até a adaptação para exibição de graus diferentes para pessoas diferentes, o que possibilitaria a aplicação em televisores e outras telas compartilhadas.

Outras tecnologias em desenvolvimento para tornar o celular ainda mais inteligente incluem o Qblinks, controle remoto para celular que permite a comunicação sem precisarmos retirá-lo da mochila. Não basta tremer avisando que o smartphone está “chamando” ou controlar as músicas em reprodução, Qblinks ativa o Siri, tira fotos, sente a temperatura do ambiente e – viva! – procura seu telefone caso ele esteja perdido por aí.

Já o BloomSky é uma mini estação de previsão meteorológica que pode ser instalada na porta de casa e se conecta com o celular para te dar as informações sobre o dia sem precisar sair pela porta. Ideal para cidades grandes com clima instável, como Curitiba e São Paulo.

E no mundo da publicidade, outdoors que se comunicam com os celulares dos passantes já estão funcionando na Europa e estão sendo instalados nos Estados Unidos. Desenvolvidos para a empresa de mídia ClearChannel, os painéis da Connect permite que consumidores se engajem com os produtos à venda nos anúncios individualmente, respondendo dúvidas, levando aos links de compras ou a vídeos de demonstração, liberando joguinhos para o celular – as possibilidades são infinitas, basta criar.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>