• bus 2
  • bus

Sem espaço para praças? Cidades podem investir em jardins nos tetos dos ônibus

Marc Grañén, “artista de paisagens” espanhol, é o autor do PhytoKinetic, os “jardins de teto” feitos para serem instalados no topo de ônibus, carros e outro meio de transporte à sua escolha que possua um teto livre.

Os PhytoKinetics consistem em uma espuma hidropônica que retém água encaixada em uma grade de aço. Para manter a superfície úmida, Gañén equilibrou o plantio de grama, suculentas, pequenos arbustos e samambaias. Para completar, toda a estrutura é regada pela água residual do ar condicionado dos ônibus onde é implantada. Estima-se que o Phytokinetic resfria os ônibus em até 3,5ºC e, portanto, ainda ajuda a economizar no uso do ar condicionado.

Ainda que seja desenvolvido para instalação em ônibus coletivos, que não deveriam (em teoria) passar de 60km/h, Gañén testou dirigir vans a quase 100 km/h e o jardim continuou intacto.

Instalados primeiramente em ônibus da cidade de Girona, Cataluña, onde vive Grañén, os tetos verdes podem ser vistos nos carros de uma empresa de paisagismo baseada em Barcelona e uma van será levada para o Congresso World Green Infrastructure em Nantes, França, em setembro. Grañén também sinalizou que uma grande empresa de transportes de Barcelona manifestou interesse em patrocinar uma frota de carros com o Phytokinetics.

Insight Da Vinci: projetos simples e inteligentes como esse tem o poder de melhorar nossa qualidade de vida. E quantas vezes já falamos por aqui que esse é um grande desejo das pessoas que vivem nas grandes cidades? Existe até premiação para isso. Recentemente foram anunciados os 59 finalistas do “Index: Design to Improve Life”, uma competição entre soluções sustentáveis que respondam aos desafios globais. O resultado sai no dia 29/8. Você pode conferir 10 dos projetos finalistas aqui.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>