• DaVinci_destacada_cyberbullying
  • DaVinci_destacada_cyberbullying2

Sem espaço para palavrões no smartphone

Em outros tempos, o bullying recebia diferentes nomes e se “limitava” ao mundo offline, geralmente nas escolas. Com o avanço das tecnologias e o acesso à internet, as provocações ganharam amplitude e começaram partir não apenas valentões na hora do recreio, mas de qualquer pessoa em todo canto do mundo, tornando-se um fenômeno coletivo.

Você sabia que 66% das crianças e adolescentes, entre 8 e 16 anos, no Brasil, já presenciou casos de agressões na internet? Os dados fazem parte da pesquisa da Intel, que também afirma que cerca de 21% dos entrevistados já sofreram cyberbullying – grande parte das vítimas tinha entre 13 e 16 anos. O bullying pode causar sérios danos psicológicos, às vezes irreversíveis, aos jovens agredidos.

Como é praticamente impossível viver sem estar conectado, uma empresa de seguros da Suécia tomou a iniciativa de levar a discussão para onde todo mundo está: os smartphones. Ela criou o “Fulfiltret”  (“Nasty Filter” ou Filtro Ruim em tradução livre).

Trata-se de um aplicativo que corrige automaticamente palavrões e expressões desagradáveis ou agressivas que você tenta escrever. Um simples teclado, que basta ser baixado e instalado, para funcionar dentro de outros apps de mensagens, por exemplo. Veja:

O app contém atualmente 1.800 insultos suecos, que são substituídos por palavras doces e cheias de afeto. Por mais que isso não seja a solução para o cyberbullying, como afirma o diretor de sustentabilidade da seguradora, a intenção “é gerar mais interesse da sociedade em discutir o problema e incentivar as pessoas a pensarem antes de enviar algo maldoso a alguém”. Uma iniciativa incomum para uma seguradora, que mostra a importância de se cultivar um ambiente seguro, saudável e estimulante na internet para os nossos futuros adultos.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>