• 220113_1
  • 220113_3

Quer melhorar a educação? Reforme a sala de aula.

A criança chega no fim do ano e apresenta o boletim para os pais. Notas baixas. A justificativa: a sala de aula atrapalhou o seu desempenho. Parece desculpa de criança muito criativa, mas pode acreditar, poderia ser verdade. Um estudo piloto da Universidade de Salford concluiu que o ambiente da sala de aula pode afetar o progresso acadêmico de uma criança em até 25% em um ano.

O estudo seguiu duas linhas. Uma que acompanhou o desenvolvimento de 751 crianças em 7 escolas britânicas por um ano. Foram coletados e analisados dados como: sexo, idade e performance em matemática, redação e leitura. A outra linha avaliou o ambiente da sala de aula de uma forma holística. Foram levados em conta parâmetros como: luz natural, ruído, qualidade do ar, temperatura, flexibilidade do espaço, uso de cor e organização. A avaliação levou em conta também o uso do próprio espaço.

O resultado é mesmo impressionante. 73% da variação de desempenho dos alunos pode ser explicada pelos fatores ambientais medidos no estudo.

O professor Peter Barrett, um dos responsáveis pelo estudo, diz que há muito tempo já se sabe da influência dos ambientes na vida das pessoas, mas é a primeira vez que um estudo dessa natureza analisa seu impacto direto na educação nas escolas.

Os pesquisadores ficaram tão animados com as descobertas que darão continuidade no estudo por mais 18 meses em outras 20 escolas do Reino Unido.

Quer saber mais? Leia aqui e aqui.

Insight Da Vinci: Esse estudo pode representar uma grande oportunidade de aproximação entre educadores, arquitetos e designers de ambientes. E se as escolas, universidades e até mesmo as universidades corporativas investissem seriamente em um projeto de espaços ótimos para a educação?

Comentários

  1. Bom,se mais da metade de cada salário dos prefeitos da Baixada fossem devolvidos, junto ao retorno dos desvios de verba pra Educação, talvez daria pra se fazer reformas neste nível,como aparece na foto. Mas,sem isso…é só utopia no Brasil! Infelizmente!

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>