• casa capa

Já é possível viver como os Jetsons

Para muitos cientistas e estudiosos, a Internet das Coisas será algo maior e mais relevante do que o próprio desenvolvimento da rede. Para quem ainda não é familiarizado com o conceito, de maneira resumida, ele se refere a uma revolução tecnológica que vai conectar itens usados no dia a dia à internet, usando data centers e nuvem de dados. Para se aprofundar um pouco mais sobre o assunto, recomendamos esta leitura.

E na prática, como isso deixa de ser ficção científica digna dos Jetsons e ganha contornos reais? As residências automatizadas, por exemplo, não são uma novidade. Existem dispositivos que podem ser instalados para realizar funções à distância ou programadas. No entanto, a ideia ainda não tinha alcançado o patamar de “larga escala” e se mostrado uma oportunidade real para construtoras criarem residências com esse propósito embutido no projeto. Até agora.

A startup norte-americana Brain of Things promete construir casas inteiramente automatizadas para a Internet das Coisas.



Os sistemas das casas inteligentes são totalmente integrados, com cortinas que “aprendem” seu padrão despertar de manhã, chaleiras que esquentam água assim que os residentes saem da cama e luzes que instantaneamente se apagam quando as pessoas saem. Cada casa é equipada com 20 sensores capazes de automatizar praticamente qualquer coisa. E a startup já lançou algumas casas na Califórnia para os primeiros moradores do futuro.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>