• hydraspan
  • hydraspan2

Instalação propõe planejamento de cidades considerando o iminente aumento do nível do mar

O que fazer quando o aquecimento global é inevitável? Planejar cidades considerando-o. A instalação Hydraspan do Future Cities Lab propõe soluções estranhamente otimistas para a cidade de São Francisco, nos EUA, mediante a elevação do nível do mar. Na instalação, parte de uma exposição chamada Futuros Dissidentes, a Ponte da Baía (que liga São Francisco a Oakland), apenas 6 meses mais velha que a famosa Golden Gate Bridge, foi repensada para outros usos além de conectar uma cidade a outra.

A instalação é composta por uma réplica de 12 metros de uma parte da ponte. Ela recebeu diversas outras funções com o objetivo de “recolonização” do espaço, a começar por imensas tiras de tecido que captam água de neblina para serem levadas para uma estação de tratamento de água. O projeto também propõe pequenas instalações habitacionais parecidas com barracas de camping e sistemas para criação de peixes.

O Hydraspan também tem outras duas instalações de mesmo tema: o Hydramax Port Machines, que repensa a costa de São Francisco após o aumento do nível do mar, e o “Teatro das Espécies Perdidas”, onde visitantes interagem com criaturas marinhas digitais já extintas.

As três instalações estão em exibição no YBCA, em São Francisco, EUA, até o dia 2 de fevereiro.

Insight Da Vinci: Imaginar cenários e prever soluções é uma forma de criar o futuro. O que nos fez lembrar do livro de Jonathan Porritt com imagens fotorealísticas de um planeta Terra mais sustentável em 2050.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>