• code01
  • code02
  • code03

Como o QR Code pode revolucionar a educação?

O Quick Response Code – QR CODE (Código de resposta rápida) está sempre em rodas de discussão sobre sua real praticidade e funcionalidade, mais especificamente no mercado da comunicação. Não vamos entrar neste mérito agora, e sim explicitar quatro maneiras como o QR Code pode transformar a educação formal nas próximas décadas. Partindo, é claro, do pressuposto de que o consumo de smartphones só tende a aumentar e penetrar em diferentes camadas sociais. Por isso é muito válido analisarmos com mais critério o potencial dessa tecnologia para a educação.

01) O QR Code pode funcionar como um histórico estudantil do aluno que contenha muito mais do que suas notas. Os professores podem incluir trabalhos premiados, vídeos, resultado de testes ou até mesmo outros projetos multimídia realizado pelo aluno durante o ano letivo. Isso facilitaria o compartilhamento de informações importantes entre professores de classes diferentes e até entre outras escolas.

02) Os códigos podem ser um excelente canal de comunicação entre a escola e os pais. Professores podem criar códigos próprios com links para feedback sobre o comportamento e aproveitamento do aluno em sala de aula. E até mesmo incluir exemplos de perguntas para os pais perguntarem aos filhos sobre as aulas, fortalecendo a relação pais e filhos fora da escola. E além disso, essa é uma atitude eco-friendly porque evitaria a impressão de relatórios constantes.

03) Em muitas escolas o uso do celular é proibido, mas repensando o QR Code como uma ferramenta de aprendizagem, esses aparelhos poderiam ser um grande aliado. O interesse dos alunos nas matérias que incluíssem o código em seus conteúdos ou tarefas pode ser aumentado só pelo fato de haver interação com o aparelho eletrônico.

04) E toda esta experiência adquirida no colégio pode facilitar a transição para a faculdade. Uma universidade dos EUA, por exemplo, espalhou QR Codes pelo campus para ajudar calouros com mapas, vídeos e outros recursos. Além disso, os códigos também conectam os alunos às páginas de atualização das escolas no facebook e twitter, o que é uma jogada inteligente porque estudantes conectados estão menos dispostos a abandonar os estudos.

O que você acha desta tendência na educação?

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>