• som capa

Barulho ou melodia? Conheça e ouça 3 projetos que mapeiam os sons das cidades

O Google Street View fez muito pela ideia de “viajar sem sair de casa”, incluindo não só ruas das grandes cidades, mas também museus, a floresta amazônica e o ártico canadense. Mas, ainda que seja uma ferramenta maravilhosa, a experiência pode ficar ainda mais real se adicionarmos outros sentidos além da visão, como o som.

O Sounds of Google Street View quer fazer exatamente isso: criar uma paisagem sonora que acompanhe a visual fornecida pelo Google Street View. O projeto usa uma API de Web Audio para incluir sons de partes da cena retratada: uma fonte de água, banda de jazz, as ondas do mar na praia. A paisagem, de repente, ganha vida e à medida que se “caminha” pela cena, o som também muda, ficando mais alto ou mais baixo, indo da direita para a esquerda dependendo do seu movimento no local. Criado pela empresa de aparelhos auditivos Amplifon (da Inglaterra), a plataforma Sounds of Google Street View está aberta para que outros programadores possam criar suas paisagens sonoras.

Veja uma demonstração:

Sound City Project também documenta sons de paisagens em diferentes cidades, mas a diferença é que os ruídos da cena são captados diretamente em 3D. A captação do som é feita por um aparelho bem estranho que tem 4 “orelhas” feitas por uma impressora 3D, cada uma voltada para uma direção. Esse aparelho capta o som realista de um local, que depois é associado a uma foto panorâmica em preto e branco do mesmo lugar.

Visite lugares em Nova Iorque, São Francisco, Estolcomo, Oslo, Bergen e Florença e ouça as vozes, carros e outros ruídos da cidade sem sair de casa: http://soundcityproject.com/#/list

Os ruídos captados pelo Sound City Project criam uma paisagem sonora calma e relaxante – experiência que sabemos ser bem diferente na vida real em grandes cidades.

Cidades são barulhentas por si só: carros, motos e muitas pessoas juntas e se expressando pelas ruas. Preocupados com a poluição sonora, o projeto Noise Tube propõe que cidadãos usem seus celulares para gravar o barulho dos lugares onde moram para mapear a gravidade da poluição sonora e criar um banco de dados colaborativo. Basta baixar um app, que é gratuito para Android e iOS, que se conecta com o GPS do celular e usa seu microfone para captar os sons por onde passa. Ele cria um “mapa de barulho”, que pode ser baixado no site.

O app analisa os sons e os classifica em gravidade dos decibéis captados, além de mostrar um mapa da rota percorrida por cada contribuidor do projeto.

Mais de 500 cidades estão sendo mapeadas, inclusive várias brasileiras como Rio de Janeiro, São Paulo, Natal e Porto Alegre. Para participar, basta baixar o app e começar a usar. Veja o mapa completo: http://noisetube.net/cities

Seja encarado como poluição sonora ou ilustração de uma imagem, os projetos documentam os sons reais das cidades, dados que revelam bastante sobre a cultura de cada lugar de uma forma que as imagens por si só não conseguem e podem se tornar materiais históricos dentro de alguns anos. Imagine se pudéssemos ouvir as cenas de fotos famosas tiradas durante a Segunda Guerra Mundial? Como era o ruído das cidades quando os carros a motor ainda dividiam espaço na rua com charretes puxadas a cavalo?

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>