• dr-now-appointment-app-medium
  • man-on-computer

Aplicativos para celular te conectam com um médico sem precisar marcar horário

Aquela dor de estômago que não passa, pinta misteriosa que apareceu no pescoço, unha que nasceu estranha, coceira com causa não identificada: antigamente, isso significaria horas na fila do pronto-socorro ou seria ignorado até se tornar algo mais sério (ou, com sorte, sumiria). Hoje em dia, para escapar das filas de espera, muitas pessoas tentam resolver seus problemas buscando uma solução na internet – perguntando ao famoso Dr. Google. Mas o autodiagnóstico pode ser perigoso: uma doença séria pode passar batido, um remédio automedicado pode causar mais problemas que soluções. Aplicativos de celular que conectam possíveis pacientes com médicos de verdade são uma nova solução, sob medida para rotinas apertadas. Várias opções de consultas móveis estão sendo lançadas este ano.

Dr. Now é um aplicativo baseado no Reino Unido que promete consulta por vídeo com um especialista em, no máximo, 1h. O atendimento é realizado por 250 médicos multilíngues, de diversas especialidades, que não estão necessariamente na Inglaterra (muitos trabalham de casa, inclusive). Também é oferecida a entrega dos remédios prescritos em até 4h – se o paciente estiver em Londres. A comodidade é possível graças a duas farmácias (aprovadas pelo Sistema de Saúde Nacional britânico) à serviço do app na cidade. Usuários podem assinar a mensalidade do aplicativo (a 4,99 libras por mês, aproximadamente 25 reais) com consultas ilimitadas ou pagar 29 libras por consulta (em torno de 140 reais).

O app Dr. On Demand tem uma pegada similar, porém sem delivery de medicamentos. Criado por Dr. Phill, médico americano que tem um programa na televisão, o aplicativo fornece uma lista de sintomas para triagem dos pacientes antes de conectá-los a uma “video visita”. Cada consulta custa 40 dólares (120 reais aproximadamente) e não existe sistema de assinaturas.

Especializado no atendimento a mulheres (mas não só a problemas especificamente femininos), o app Maven possui obstetras, enfermeiras, nutricionistas, psicólogos, consultoras sobre lactação e outros especialistas para atender mulheres e seus filhos sem que elas precisem sair de casa. As consultas custam a partir de 18 dólares (cerca de 54 reais) por 10 minutos de videoconferência.

Os aplicativos podem levar cuidados médicos a pessoas que, de outra maneira, postergariam a consulta, mas é preciso ressaltar que o diagnóstico remoto não é o ideal. Um médico faz mais do que olhar e ouvir o paciente que está do outro lado da mesa. Existem testes que requerem toque, escuta, cheiro e análises visuais que precisam de mais que a qualidade da sua webcam para receberem um diagnóstico preciso. Os apps médicos são melhores que o Dr. Google porque te conectam a um profissional de verdade, que te escuta e te vê (além de poder prescrever remédios levando em conta o seu histórico familiar e suas alergias), mas ainda não substituem a velha consulta presencial com um bom especialista.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>