• Alex Atala - Revista Alfa

América Latina comanda a mesa

Agora, é só uma questão de tempo até a gastronomia latino americana ocupar lugar de destaque ao lado de cozinhas tradicionais no topo das listas da alta gastronomia ao redor do mundo. E quem diz isso são alguns dos maiores chefs e especialistas do universo gastronômico, que essa semana estão reunidos na Cidade do México para o congresso mesoamericano de gastronomia 2013. De acordo com Jordi Roca, chef do restaurante espanhol El Celler de Can Roca – que foi eleito pela revista britânica AFP o melhor restaurante do mundo, “[os restaurantes da América Latina] estão no mesmo nível que os europeus”.

E como não poderia deixar de ser, o país da moda, nosso Brasil, encabeça esse movimento vanguardista ao lado de Peru e México. São essas três cozinhas as apontadas como as próximas a ditar as tendências da gastronomia. O ranking de 50 melhores restaurantes da AFP, inclusive, conta com seis representantes desses países, sendo dois de cada local. O melhor colocado é o D.O.M. de Alex Atala em São Paulo, na sexta posição.

Mas o que será que começou a chamar tanta atenção na culinária latino americana? De acordo com Roca, a responsabilidade é da combinação de história, tradição e sabores de origem indígena, que dão um tempero forte e característico aos pratos e agora caíram no gosto da alta cozinha. Outra coisa interessante é o fato de México, Peru e Brasil possuírem uma tradição culinária que não vem da alta gastronomia, mas justamente o contrário, com raízes bastante populares. Pelo visto, os conceitos de sofisticação estão mudando também na cozinha, e o sabor e tradição de uma bela feijoada começam a ser reconhecidos mundo afora.

Insight Da Vinci: Em recente visita ao Brasil, o filósofo italiano Domenico de Masi falou sobre os valores existentes em nosso país que estão se tornando tão caros ao mundo nos dias de hoje. Dentre esses valores está obviamente a alegria, sentimento prontamente identificado por qualquer estrangeiro que desembarca no país. E onde esses mesmos estrangeiros vão buscar a alegria brasileira? Nas favelas, almoçando feijoada na laje de um morro carioca. Em um tempo de homogeinização global, aspectos culturais únicos tornam-se preciosos simplesmente por mostrar a preciosa originalidade que anda em falta no mercado.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>