• Eesha Khare
  • Brittany Wenger

Adolescentes e inovadoras

O que pode deixar os pais de uma adolescente de 18 anos orgulhosos? Vê-la passar no vestibular ou tirar boas notas da faculdade seriam respostas óbvias. E se ela desenvolver uma bateria de celular que ao invés de ser recarregada em muitas horas, precise apenas de 30 segundos para chegar à carga completa? Ou então se ao chegar em casa ela desse a notícia que desenvolveu um algoritmo para diagnosticar a leucemia?

Sim, isso realmente aconteceu. Só não foi uma adolescente de 18 anos. Foram duas. Eesha Khare criou um supercondutor que dentro de uma bateria permite a transmissão rápida da energia e seu armazenamento de forma eficiente. E mais: a bateria pode ser recarregada cerca de 100 mil vezes, mais do que as baterias atuais.

Brittany Wenger, também de 18 anos, é uma estudante da Flórida e construiu uma “rede neural artificial” capaz de encontrar padrões nos perfis de expressão genética para diagnosticar pacientes com leucemia de linhagem mista, uma das formas mais agressíveis da doença.

Sua pesquisa começou a partir da sua vontade de ajudar uma prima diagnosticada com câncer.

As duas venceram prêmios de grandes empresas. Wenger ganhou um prêmio de 10 mil dólares do Google no ano passado. Já Khare acaba de ganhar 75 mil dólares em uma premiação promovida pela Intel.

O que essas garotas tem em comum além da idade?

O fato de se dedicarem a algo que elas realmente gostam (e até encaram como hobby) e não esperarem resultados fantásticos sem muito trabalho e dedicação.

Khare em entrevistas se disse surpresa inclusive com o prêmio e a repercussão do seu trabalho. Um feito que não surpreendeu apenas a garota, mas todos nós que às vezes no intuito de evitar a supervalorização da famigerada geração Y, acabamos por subestimá-los.

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>